sexta-feira, 11 de setembro de 2009

"Porque não vamos ficar na aventura dos sentidos?"


"Vem que o amor.não é o tempo.Que o faz. Vem que o amor. É o momento. Em que eu me dou. Em que te dás."

O tempo está para o amor como a chuva para o Verão.
Aquela chuva que teima em nos estragar os melhores dias do ano, aquela que nos faz adiar a busca da serenidade e prazer.

2 comentários:

Vitor Bento disse...

Amor é união de dois pensamento
Num só coração
É tristeza derretida em alegria
É entusiasmo que alivia a alma
É fome que se alimenta com um beijo
É sorriso que ouve o coração
É suspiro que não obedece ao destino
É desejo que não pesa na consciência
É um olhar que acorda o pensamento
É tudo o que eu tenho para te dar
Vitor Bento

“ Amor é gostar de quem nos ignora,
é amar quem nos odeia,
é desejar sempre a justiça,
é adorar o que nos foi sempre destinado…”

“ Amor é gostar de quem não nos vê,
é amar quem não nos sente,
é desejar sempre a verdade,
é adorar o pensamento que nos chama…”

Amor é união de dois desejos num só coração.
É fazer das fraquezas, forças.
É fome que alimenta o ego.
É dor que dói sem se sentir.
É riso que desatina o inconsciente.
É apetite que consola as emoções.
É voz que acorda o imaginário.
É tudo o que eu espero de ti

http://poesiavitorbento.blogspot.com/

http://habilidadescomumabola.blogspot.com/

Olá!Adoro a sua poesia,sinto-a como se fizesse parte do meu pensamento.

Gostava de trocar algumas ideias e opiniões consigo,pois ambos partilhamos a mesma paixão,a poesia.
Gostava de falar por Messenger.

MSN:vitorbento25@hotmail.com

Raquel Granja disse...

sim sim, conheces?