sábado, 21 de fevereiro de 2009

Não é sempre que consigo ver o por do sol
Não é sempre que vou para casa cedo
Não é sempre que estou com quem amo
Não é sempre que tenho o coração cheio
Não é sempre que recebo um abraço forte
Não é sempre que vejo o lado bom da vida
Não é sempre que sinto saudades
Não é sempre que...

É só às vezes.

1 comentário:

Hugo disse...

Nao é sempre que vens a Famalicão..

É só quase NUNCA!